quarta-feira, 27 de maio de 2009

Gilles Deleuze: outros materiais

Textos

"Postscript on the Societies of Control". In: October. Cambridge, MA: MIT Press, 59, Winter 1992, pp. 3-7. (DOC).
Conversaciones, 1972–1990. Valencia: Pre–textos, 1995 (Tradução de José Luis Pardo de Pourparlers. Paris: Éditions de Minuit, 1990. (PDF).

Louis Althusser, Ler "O Capital": outros materiais


Em PDF, tradução para inglês de Ben Brewster

terça-feira, 26 de maio de 2009

João Pedro Cachopo: sessão de 28 de Maio

João Pedro Cachopo é musicólogo. Tem-se interessado por questões de filosofia contemporânea e estética. Redige actualmente, na FCSH-UNL, uma dissertação de doutoramento sobre a estética de Theodor W. Adorno subordinada ao tema: Verdade e enigma no pensamento estético de Adorno.

Dia 28 de Maio apresentará Theodor Adorno.

Miguel Cardina: sessão de 28 de Maio

Miguel Cardina é investigador do Centro de Estudos Sociais e desenvolve actualmente a sua tese de doutoramento na área da História Contemporânea. Licenciado em Filosofia e Mestre em História das Ideologias e Utopias Contemporâneas pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
É autor de A Tradição da Contestação. Resistência Estudantil no Marcelismo (Coimbra: Angelus Novus, 2008). Os seus interesses de investigação centram-se nas dinâmicas entre história, memória e testemunho oral e na análise dos radicalismos políticos e culturais durante os anos sessenta.

Dia 28 irá apresentar o pensador Ernst Bloch.

António Pedro Pita: sessão de 26 de Maio

Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. É Coordenador do Grupo de Investigação “Correntes Artísticas e Movimentos Intelectuais” do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra - CEIS20. É igualmente Director Regional da Direcção Regional de Cultura do Centro. Publicou, entre outras obras, Transformações Estruturais no Campo Cultural Português (1900-1950), (Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, no prelo),em coordenação com Luís Trindade, e Cultura e emancipação, 1929-1933.  Edição crítica da obra integral de Bento de Jesus Caraça — vol. I(Porto: Campo das Letras, 2002), com Luís Augusto Costa Dias e Helena Neves.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Nuno Nabais: sessão de 26 de Maio:

Nuno Gabriel de Castro Nabais dos Santos nasceu em Lisboa em 1957. É licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (1979), mestre em Filosofia Contemporânea pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (1983) e doutorado em Filosofia Contemporânea pela Universidade de Lisboa (1995). É Professor Auxiliar do Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa desde 1995. Professor convidado do Mestrado em História e Filosofia das Ciências da FCUL onde é responsável pela cadeira Ciência, Ética e Política.

Apresentará o filósofo Gilles Deleuze

Gilles Deleuze: sessão de 26 de Maio

L'Abécédaire de Gilles Deleuze - Pierre-André Boutang (1996) 




Primeira parte de uma série de entrevistas de Gilles Deleuze a Claire Parnet, filmadas por Pierre-André Boutang, em 1988-1989. Os episódios individuais que davam o nome ao conjunto de entrevistas intitulavam-se "A comme Animal," "B comme Boisson," "C comme Culture," "D comme Désir," "E comme Enfance," "F comme Fidélité," "G comme Gauche," "H comme Histoire de la philosophie", "I comme Idée, "J comme Joie", "K comme Kant", "L comme Literature,"M comme Maladie,"N comme Neurologie", "O comme Opéra", "P comme Professeur", "Q comme question," "R comme Résistance", "S comme Style","T comme Tennis","U comme Un", "V comme Voyage", "W comme Wittgenstein, "X & Y comme inconnues," "Z comme Zigzag".



Louis Althusser: sessão do dia 26


Para além dos textos já indicados, sugere-se muito particularmente a leitura do artigo "A corrente subterrânea do materialismo do encontro". In: Crítica Marxista, 20, 2005, pp. 9-48 (tradução do artigo em francês, inédito durante a vida do autor, publicado em Louis Althusser, Écrits fhilosophiques et politiques, tomo I, Paris, Stock/IMEC, 1994, pp. 568-569) (PDF).


A apresentação do artigo publicado na revista Crítica Marxista encontra-se aqui.


Sobre a questão do «materialismo» nos últimos escritos de Althusser ver Jean-Claude Bourdin. "La rencontre du matérialisme et de l'aléatoire chez Louis Althusser". In: Multitudes 21 2005/2, pp. 139-147.   


Sessão de 28 de Maio: materiais de leitura

Ernst Bloch

Resenha de Carlos Eduardo Jordão Machado a O Princípio Esperança, de Ernst Bloch. In: Trans/Form/Ação, São Paulo, 31(1): 205-213, 2008. (PDF)

Theodor Adorno

Excertos de obras de Adorno traduzidos para português por Artur MorãoJoão Pedro Cachopo e (DOC).

domingo, 24 de maio de 2009

Sessão de 26 de Maio: materiais de leitura

Louis Althusser

"Ideology and Ideological State Aparatuses". In Louis Althusser. Lenin and Philosophy and other essays. New York: Monthly Review Press, 1971, pp 127- 185. (PDF)

Pode ler-se o mesmo texto, em inglês, numa antologia disponível online no Google Books aqui
Pode também ler-se uma versão em espanhol, aqui, em PDF. O original, em francês, pode encontrar-se aqui.

Na obra Lenin and Philosophy..., re-editada em 2001, com Introdução de Fredric Jameson, encontra-se também a entrevista conduzida por maria Antonietta Macciocchi, com o título "Philosophy as a Revolutionary Weapon". (tradução para espanhol, aqui)

Gilles Deleuze

Prefácio para a edição italiana de Mil platôs de Gilles Deleuze e Félix Guattari.


"Introduction: Rhyzome". In: Gilles Deleuze e Félix Guattari. A Thousand Plateau. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1987, pp. 3-28.



sexta-feira, 22 de maio de 2009

Alain Badiou: outros materiais

Recursos online
"Eight Theses on the Universal". In: Alain Badiou. Theoretical Writings. Continuum International Publishing Group, 2006. O livro também se encontra no Google Books aqui.
O mesmo texto encontra-se em francês aqui.

The Communist Hypothesis (Este texto, bastante recente é um extracto, em inglês, do penúltimo livro de Badiou, de finais de 2007, Circonstances, 4: De quoi Sarkozy est-il le nom?).


Ethics: an essay on the understanding of evil (um dos livros mais acessíveis de Badiou, em que as suas posições políticas são expostas de forma mais clara, nomeadamente a sua crítica à ideologia dos direitos humanos).

L’aveu du philosophe (texto auto-biográfico).

Behind the scarfed law, there is fear (texto em ingles, sobre a lei do véu).

O mesmo texto sobre a lei do véu, parcialmente traduzido para português por Nuno Ramos de Almeida, e disponível no blogue 5 dias.

One divides into two.

Entrevistas

Beyond Formalisation - Entrevista com Peter Hallward e Bruno Bosteels. Badiou é entrevistado por dois dos maiores especialistas na sua obra.

On Evil.

Las ideas existen y tienen poder.

L’être, l’événement, la militance (entrevista para a revista Multitudes).

Being by numbers.

Sobre Badiou:

Peter Hallward – Badiou’s Politics: Equality and Justice.

Slavoj Žižek – Psychoanalysis in post-marxism: The case of Alain Badiou. (Žižek, que nos últimos anos se tem aporximado bastande de Badiou, faz aqui uma análise crítica do seu mestre).



Toni Negri: sugestões de leitura

Lista bibliográfica de textos autonomistas
Página de Harry Cleaver, economista, teórico e militante autonomista, professor na Universidade do Texas; autor de Reading Capital Politically, obra aliás disponível na sua página).

Sites com Textos de Negri em Português e Outras Línguas



Livro Empire no Google Books.



Algumas revistas ligadas a correntes autonomistas

» http://multitudes.samizdat.net/ - Esta é, actualmente, a revista mais conhecida entre todas as que se encontram de algum modo associadas às correntes autonomistas. No entanto, é também esta uma revista onde se encontram discutidos vários outros pensadores contemporâneos, de Rancière a Agamben.

» Arquivo da revista Futur Antérieur, dirigida por Negri e Jean-Marie Vincent nos anos 90: http://multitudes.samizdat.net/spip.php?rubrique117

» http://www.posseweb.net/ - revista associada a Negri e ao espaço autonomista em Itália.

» http://www.commoner.org.uk/ - revista autonomista que dialoga quer com o legado operaísta e com Negri quer com o marxismo aberto (open marxism).

Outros Recursos

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Maria Irene Ramalho: sessão de 19 de Maio

Maria Irene Ramalho é professora catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, investigadora permanente do Centro de Estudos Sociais e Professora/Investigadora convidada do Departamento de Literatura Comparada da Universidade de Wisconsin-Madison.Tem participado em vários projectos de investigação sobre estudos americanos, estudos culturais comparados, estudos feministas, literatura e cultura inglesa e americana. A sua obra mais recente é Poetas do Atlântico: Fernando Pessoa e o Modernismo Anglo-Americano, publicado em 2008 pela Afrontamento.


Dia 19 de Maio, vai apresentar a pensadora Rosi Braidotti.


Bruno Peixe: sessão de 21 de Maio

Bruno Peixe é investigador da Númena – Centro de Investigação em Ciências Sociais e Humanas, onde tem trabalhado para a Rede Europeia de Informação sobre Racismo e Xenofobia (RAXEN) da Agência de Direitos Fundamentais da União Europeia.

Dia 21 de Maio, apresentará o pensador francês Alain Badiou.



José Neves: sessão de 21 de Maio

José Neves é historiador. Actualmente é investigador no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Publicou recentemente Comunismo e Nacionalismo em Portugal – Política, Cultura e História no Século XX (Lisboa, Edições Tinta-da-China, 2008) e, na mesma área, editou Da Gaveta para Fora – Ensaios sobre Marxistas (Porto, Afrontamento, 2006).

Apresentará, na sessão do dia 21, o pensador Antonio Negri.

Sessão de 21 de Maio: materiais de leitura

Antonio Negri

"Toni Negri, um bocado de política que sai de dentro da vida" . In: José Neves (ed.). Da Gaveta para Fora – Ensaios sobre Marxistas. Porto: Afrontamento, 2006. (DOC)

Alain Badiou

Compêndio de metapolítica. Lisboa: Instituto Piaget, 1999 (Capítulos 1, 4, 5, 6  e 10).
Disponível aqui (em inglês) via Google Docs


domingo, 17 de maio de 2009

Adriana Bebiano: sessão de 19 de Maio

Adriana Bebiano é investigadora do Centro de Estudos Sociais, onde integra o Núcleo de Estudos Culturais Comparados, e Professora Auxiliar no Grupo de Estudos Anglo-Americanos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (GEAA/FLUC). É co-cordenadora dos programas de mestrado e de doutoramento em Estudos Feministas da FLUC e a representante da Universidade de Coimbra na AOIFE (Associations of Institutions for Feminist Education and Research in Europe).

Michel Foucault: Vigiar e Punir (Youtube)


Recursos online

Respostas de Michel Foucault a perguntas sobre a sua obra Vigiar e Punir (1977):


sábado, 16 de maio de 2009

Sessão de 19 de Maio: materiais de leitura

Gayatri Spivak

"Tradução como cultura". In: Ilha do Desterro, 48, Jan-Jun 2005, pp. 41-64 (PDF)

"Can the subaltern speak?". In: Cary Nelson, Lawrence Grossberg (ed.). Marxism and the Interpretation of CultureUniversity of Illinois Press, 1988, pp. 271-313. (PDF; também disponível online aqui - atravé do Google Books)


Rosi Braidotti

Difference, Diversity and Nomadic Subjectivity - versão revista do texto publicado com o título Figurations of Nomadism em John Foster, Wayne Froman (ed.). Culture(s) in Contention: Differences, Affiliations, Liminalities. Northwestern University Press, 1998.  (Online)

segunda-feira, 11 de maio de 2009

György Lukács - Perfil Biográfico (Youtube)


Sessão de 12 de Maio: György Lukács

Por ser mais acessível do que o texto indicado anteriormente, recomenda-se, para a próxima sessão, a leitura do seguinte texto sobre György Lukács.

Frederico Ágoas, "Gyorgy Lukács: reserva cancelada no 'Grande Hotel Abismo'". In: José Neves. Da Gaveta para Fora. Ensaios sobre Marxistas. Porto: Afrontamento, 2006, pp. 119-157.

A apresentação de Lukács caberá ao autor do texto, Frederico Ágoas.

domingo, 10 de maio de 2009

Frederico Ágoas: sessão de 12 de Maio

Frederico Ágoas é sociologo/tradutor e encontra-se a elaborar uma tese de doutoramento sobre os primórdios da institucionalização da sociologia em portugal.

Apresentará, dia 12 de Maio, o pensador György Lukács.

domingo, 3 de maio de 2009

José Nuno Matos: sessão de 14 de Maio

José Nuno Matos é licenciado e mestrado em Ciência Política pelo ISCSP-UTL. Publicou Acção Sindical e Representatividade.

Sessão de 14 de Maio: materiais de leitura

André Gorz


Slavoj Žižek

"De História e Consciência de Classe Dialética do Esclarecimento, e volta". In Lua Nova: Revista de Cultura e Política. São Paulo, n.º 53, 2003, pp. 159-175 (Online)


(alguns materiais só estarão disponíveis para os inscritos no curso).

Jorge Ramos do Ó: sessão de 12 de Maio

Jorge Ramos do Ó é historiador, professor na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa, onde lecciona matérias relativas à História da Educação. Entre outras obras, publicou O governo dos escolares: uma aproximação teórica às perspectivas de Michel Foucault (Lisboa, Educa, 2001) e O governo de si mesmo. Modernidade pedagógica e encenações disciplinares do aluno liceal: último quartel do século XIX – meados do século XX (Lisboa, Educa, 2003).


Sessão de 12 de Maio: materiais de leitura

Michel Foucault

Jorge Ramos do Ó. A arte de Governo em Michel Foucault. (Inédito do autor) (PDF)

György Lukács

Class Consciousness. In Gyorgy Lukács, History and class consciousness. MIT Press, 1973, pp. 46-82.  (Google Books online)


(alguns materiais só estarão disponíveis para os inscritos no curso).


Guy Debord: sugestões de leitura

Outros materiais recomendados por Ricardo Noronha

Sobre Guy Debord

Prefácio de Leonel Moura a Potlach (1954-57) – O boletim da Internacional Letrista,  Fenda, Lisboa, 2007.

Prefácio de Júlio Henriques a Internacional Situacionista- Antologia, Antígona, Lisboa, 1997.

Paola Berenstein Jacques - Breve histórico da Internacional Situacionista (Online)


Guy Debord

Da miséria no ambiente estudantil (1966), documento escrito por membros da Internacional Situacionista e estudantes da cidade de Estrasburgo no ano de 1966, editado e difundido pelo secratariado local da UNEF (Online)

A Sociedade do Espectáculo (1967) (PDF)

A Sociedade do Espectáculo (1967) e outros textos de Debord (Online)

Panegírico (1984) (Online)


Filmes de Debord (Online)


Arriscado Nunes: sessão de 7 de Maio

João Arriscado Nunes é sociólogo, Professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, co-coordenador do Programa de Doutoramento “Governação, Conhecimento e Inovação” e Investigador Permanente do Centro de Estudos Sociais. Os seus interesses de investigação centram-se nas áreas dos estudos sociais da ciência e tecnologia (investigação biomédica, ciências da vida e da saúde pública, relação entre ciência e outros modos de conhecimento), da sociologia política (democracia, cidadania e participação pública) e teoria social e cultural (com ênfase no debate sobre as “duas culturas”, epistemologia e pós-colonialidade).


Nuno Domingos: sessão de 7 de Maio

Nuno Domingos é mestre em Sociologia Histórica pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e encontra-se actualmente a realizar o seu doutoramento em Antropologia Social pela School of Oriental and African Studies (Universidade de Londres). Editou, com José Neves, A Época do Futebol, Assírio e Alvim (2004), foi autor, com Inês Brasão e Tiago Santos, de Leitores de Bibliotecas Públicas, Colibri (2004) e foi autor de A Ópera do Trindade, Lua de Papel/Inet (2007).


Ricardo Noronha: sessão de 5 de Maio

Ricardo Noronha é bolseiro da Fundação para a Ciência e Tecnologia e encontra-se neste momento a preparar uma tese de doutoramento sobre a nacionalização da banca no contexto da revolução portuguesa de 1974-75. É investigador do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/Universidade Nova de Lisboa.

Dia 5 de Maio vai apresentar o pensador francês Guy Debord.


Hugo Dias: sessão de 5 de Maio

Hugo Dias é sociólogo, investigador do Centro de Estudos Sociais e doutorando na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Tem como principais interesses as temáticas do sindicalismo, movimentos sociais e acção colectiva.

Hugo Dias apresentará David Harvey na sessão de 5 de Maio.


David Harvey: sugestões de leitura

Para além dos materiais de leitura sobre David Harvey indicados para a sessão do dia 5 de Maio e dos livros deste autor indicados na "Biblioteca", a organização do curso de introdução ao Pensamento Crítico Contemporâneo sugere a leitura dos seguintes artigos artigos:





In: Lutas Sociais. São Paulo: PUC-SP, Volume 13/14 - 1º semestre 2005, pp. 1-30

In: Lutas Sociais. São Paulo: PUC-SP, Volume 15/16 - 1º semestre 2006, pp. 21-34

A Teoria Marxista do Estado. In: David Harvey. A produção capitalista do espaço. 2 ed. São Paulo: Annablume, 2001. p. 75-94. Resenha publicada in RDE - Revista de desenvolvimento econômico, Ano IX, Nº 15, Janeiro de 2007, Salvador, BA. 

"Neo-liberalismo como destruição criativa". In: Revista de Gestão Integrada em Saúde do Trabalho e Meio Ambiente - v.2, n.º 4, Ago 2007, pp. 1-30. (PDF)